#Tag - O Livro é bom, mas...

22:40:00


Oi pessoal, como vão? Então, a ideia para a tag veio durante a minha leitura do momento, Adeus a Humanidade, um livro até que tem um gênero interessante mas mesmo assim não me prendeu o suficiente. Motivo: 'n' coisas. 

A ideia central da tag seria para aqueles livros que... . sabe, não colaram. Aqueles que de alguma forma o 'santo do livro não bateu com o seu'. A tag seria para ser realizada no momento em que você descobre que o livro não desceu. Mas também poderá ser usada com todos os livros que quiser.
Então vamos lá.

1 - Livro e sinopse do mesmo. 

Título: Adeus à Humanidade
Subtítulo: 
Edição: 1
ISBN: 9788576796725
Editora: Novo Século
Ano: 2012
Páginas: 392



Sinopse: Uma paixão acendendo após mais de um século de escuridão. Uma doença atual apagando a luz de uma vida. Somente sua mordida poderia curá-la. Apenas seu tipo sanguíneo seria capaz de matá-lo. Como um amor tão improvável sobreviveria? Do que você seria capaz de abdicar para salvar e vivenciar, mesmo que por pouco tempo, um amor jamais sentido antes? Da cura de milhares de humanos? Da própria vida? Stephanie tinha todos os motivos do mundo para não acreditar em seres míticos ou na felicidade, mas vai descobrir que estava totalmente enganada. Sua alma-gêmea existe! O problema é que a linha do tempo que a separa do amor eterno é muito tênue. E somente um milagre possa uni-los novamente. 

2 - Qual é exatamente a ideia central do livro?

Basicamente conta a história desta garota, Stephanie, uma pessoa com a maior baixa-estima que você possa imaginar, que depois de um monte de problemas, decide ir morar nos EUA com o seu pai, que é um grande médico e muito remado dentro do ramo. Lá elá se forma em Enfermagem, e, graças a isso, consegue um bom emprego em um bom hospital. Então é ai que o 'carinha' entra na história, Dr. Richard. Graças a ele o mundo de Stephanie começa a ganhar um pouco mais de vida.

3 - O que achou do(a) protagonista?

Bléh. Não sei como descrever o que eu achei da Stephanie. Imagine uma pessoa depressiva, cabisbaixa e totalmente sem atrativos. Descreveu a nossa protagonista. Mas eu devo confessar que depois de uma certa parte do livro, ela fica muito mais tolerável, mas mesmo assim ainda continua insegura em relação a muitas coisas. Muitas mesmo. Também não gostei da narrativa do livro, o modo como foi escrito e a introdução das gírias da língua no vocábulo do mesmo: 'sacou', 'tipo assim', 'super massa', etc.. .

4 - E do antagonista?

Até a introdução do personagem 'Richard' na história, não temos um vilão. Mas você me pergunta: "Como assim ele? Ele não é o galã da história?" Sim, ele é. Para vocês terem uma noção básica, o livro é tão parado em ação, que as maiores maldades citadas no livro são as exigências de um médico veterano com os calouros. Também a madrasta de Stephanie, Janet, mas ela por ela mesma, igual a nada. 

5 - Agora explique o motivo pelo qual o livro se tornou intragável.

Vários motivos. O primeiro foi pelo modo de escrita que não me agrada nem um pouco. O único livro com a narrativa semelhante que eu li e adorei, foi Jogos Vorazes. Segundo, eu preciso gostar de pelo menos um, não dois, mas um personagem do livro. Independente de quem for. Isso não ocorreu. Achei os personagens muito mal construídos, com as histórias bastante cruas e um desenrolar bem fraco.

6 - O livro tem algum quote que possa ser salvo?

Sim, até tem. 

"Simplesmente não fiquei para ouvir o resto. 
Comecei a correr no sentido contrário, pedindo
 a Deus  que me deixasse sair dali ilesa. 
Ouvi, já distante, um último grito que suplicava: 
- Stephanie, ouça-me, por favor! Eu te amo!" 
Pág. 186

7 - Apesar dos pesares, você continuará lendo a série, caso haja uma sequência? Caso não, favor desconsiderar a pergunta.

A história até tem sua continuação, a qual eu não lerei, não por livre espontânea vontade. Só se eu ganhar ou algo do gênero.

8 - Sabemos que não podemos julgar o autor pelo livro, todos tem seus dias ruins. Mas você lerá alguma outra obra do autor, por livre desencargo de consciência?

Quem sabe eu até possa tentar ler algum livro diferente da autora?! Não sei. Talvez este tenha sido apenas um livro ruim. Talvez ela seja altamente talentosa e ainda precise lapidar isso. Mas veja bem, a história do livro, a ideia que ela tinha em mãos, era muito boa. Na minha opinião ela só não soube construir. 

§§

Bem, isso foi só uma coisinha que decidimos criar em um consenso mútuo entre moderadores. Espero que gostem da tag, e como toda tag, precisamos indicar outros blogs e estabelecer as normas de uso.

Normas: 
  • Indique no mínimo 4 outros blogs, entre eles, 2 tem que ser parceiros.
  • Avisar aos blogs da seleção de blogs indicados na tag, caso eles não sejam parceiros.
  • Credite o blog criador da tag e o blog pelo qual foi indicado.

PS: A Tag também pode ser efetuada através de vídeo post

Indicados:

You Might Also Like

2 comentários

  1. Eu ODIEI esse livro. Muito mal escrito. Parece que to lendo uma fanfic muito péssima. O problema do livro é que ele não tem um drama principal que seja forte o suficiente para te prender. Tanto que passe semanas o lendo e jamais lerei a continuação. --'

    Beijo, @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não pude deixar de concordar em número, gênero e grau. Isso mesmo que me veio a mente quando comecei a ler: Uma fanfic muito mal feita, de que sabe-se lá Deus.

      Att,
      V. I. Neves

      Excluir

Olá você! Não esqueça de postar o link do seu blog aqui nos cometários para que nós também possamos dar uma visitada no seu. Okay?!

Atenciosamente,
Solstício & Equinócio