Resenha: O Médico e o Monstro | The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Robert Loius Stevenson

18:00:00


O Médico e o Monstro
(Edição de 2014 lançada pela Editora Nova Fronteira)


O Médico e o Monstro, originalmente "The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde" foi um livro lançado em 1886 pelo tão famoso escrito Robert Louis Stevenson. Primeiramente tive que entender o momento em que este livro lançado e qual fora o seu objetivo na sociedade. Quando Robert lançou este livro, definitivamente, ele causou um grande furor em meio a sociedade Londrina, que até então passava por seu momento de Imperialismo durante a Era Vitoriana. Não é comum aprendermos este tipo de coisa nas escolas, porém na literatura aprendemos que esta época, mesmo apesar de boa, também trouxe consigo muita desordem e deveras sentimentos xenofóbicos. O "homem branco" inglês precisava impor sob as demais culturas toda a sua polidez e pomposidade. Precisava mostrar ao mundo como era evoluídos e maduros. Então fora justamente nesta ferida que Robert quis mexer.

O livro nos trás a estória, paralela, de três homens: Dr. Jekyll, Mr. Hyde e o Advogado Utterson, que narra a estória através do seu ponto de vista em terceira pessoa. O Advogado Utterson, é um bom e velho amigo de uma figura bem prestigiada em Londres, o famoso Dr. Jekyll, mas quando um caso curioso acontece a uma determinada pessoa "x", ele passa a suspeitar que seu amigo possa ter alguma coisa a ver com aquele assassinato misterioso.

Para nós que lemos o livro, e já conhecemos a estória de quase cor e salteado, sabemos que o Dr. Jekyll é um cientista um pouco conturbado, e acaba criando uma poção capaz de separar o mal que há dentro de você do seu lado bom. Temos inúmeras representações deste clássico produzidos até então, seja no cinema, na TV e até mesmo nos desenhos animados. Quem não lembra daquele episódio onde o Piu-Piu bebe a poção do Mr. Hyde e passa a atazanar o pobre do Frajola!?  Ou até mesmo uma das representações mais famosas do cinema na atualidade: O incrível Hulk, que mesmo não tendo uma poção, de certa forma representa o lado obscuro que um homem leva dentro de si, fazendo apologia ao Dr. Jekyll e o Mr. Hyde.

A narrativa é bastante rápida, tratando-se de um livro parcialmente curto, com uma tensão que fica ali quase 100% da estória. Técnica que fora muito utilizada por Conan Doyle, Jack London e até mesmo Terry Brooks por exemplo, tratando-se de um Thriller de Horror-Fantástico.

Porém lhe digo, não vá com sede ao pote, pois como dito mais acima, não creio que Robert tenha escrito esta obra com o intuito de nos encantar com sua escrita maravilhosa ou seus diálogos de partirem o coração. De certa forma, como escritor, posso dizer que, na minha opinião, Louis Stevenson paira a mediocridade. Mas posso dizer que ele de fato é um excelente contador de estórias. Mesmo não tendo sido um livro longo ou epistolar, a estória conseguiu alcançar um público estrondoso, e espantosamente, uma massa pesada de seus leitores eram Ingleses.

Mesmo não nos trazendo uma experiência de narrativa incrível, ainda assim considero O Médico e o Monstro uma das inúmeras leituras essenciais em nossa vida, pois consegue nos parar para fazermos algo incrivelmente difícil: nos autocriticarmos.

Também saiu o Book Talk deste livro lá no canal pessoal. Para aqueles que desejam conversar mais um pouco sobre o assunto e iniciar alguma conversa ou discussão sobre, o link esta aqui. Só clicar.

Nota: 4,0

Att,
Vitor Iury Neves

You Might Also Like

0 comentários

Olá você! Não esqueça de postar o link do seu blog aqui nos cometários para que nós também possamos dar uma visitada no seu. Okay?!

Atenciosamente,
Solstício & Equinócio