O Touro Ferdinando

19:49:00

O touro Ferdinando

Título: O touro Ferdinando

Subtítulo: 
Edição: 0
Editora: Círculo do Livro
Ano: 1987
Páginas: 45













"Era uma vez em touro chamado Ferdinando que vivia na Espanha. Todos os touros como quem Ferdinando convivia costumava saltar e bater a cabeça uns nos outros, mas Ferdinando, não. Ele tinha se u lugar preferido, embaixo de uma bela árvore. O sonho dos outros touros era lutar em Madrid, mas Fernando, não. 

Um belo dia, Fernando é picado por uma abelha e fica tão desesperado e louco de dor que comporta-se como um selvagem. O povo acredita que ele é selvagem e o leva para a praça de touros, para uma tourada. Uma reviravolta no conto e Ferdinando, quando se dá conte, está a caminho de Madrid para lutar numa praça de touros. Mas aí algo inesperado acontece. Na hora da tourada mal tinha coragem de entrar na arena, Animou-se ao ver as flores que eram lançadas pelas mulheres ao toureiro e foi cheirá-las. Ele só queria cheiras as flores, assim tiveram que levá-lo para casa. A história de Ferdinando termina com a volta dele para os verdejantes pastos da Espanha. E segundo o povo da localidade, Ferdinando ainda continua lá, de baixo da frondosa árvore cheirando as flores bem sossegado. Ferdinando é muito feliz."


O Touro Ferdinando foi uma estória que eu ouvi quando eu era bem pequeno, quem costumava me contar era minha avó, mas isso quando alguma discussão acontecia dentro de casa ou algo do gênero. 

O livro foi lançado nove meses antes da eclosão da Guerra Civil Espanhola. Mesmo assim, naquele período, adeptos do ditador Francisco Franco o classificaram como um livro pacifista, sendo proibido em muitos países que adotaram modelos fascistas de governo. Por outro lado, devido a proibição por esses regimes, o pequeno romance foi promovido a condição de livro de ideologia esquerdista. Na verdade, a mensagem de Ferdinando, o touro, é clara nos dias de hoje: não ataca nem ideologias de direita ou agencia as de esquerda. 
Antes de tudo, é um livro infantil que promove ideais pacifistas.

Leaf o teria escrito em uma única tarde, em 1935, sob encomenda do ilustrador Robert Lawson. Em 1938, a Walt Disney Company adaptou o romance com sucesso para um curta-metragem que lhe rendeu o Oscar na categoria.

You Might Also Like

0 comentários

Olá você! Não esqueça de postar o link do seu blog aqui nos cometários para que nós também possamos dar uma visitada no seu. Okay?!

Atenciosamente,
Solstício & Equinócio