Adaptações literárias fracassadas ):

20:38:00

Como todos vocês sabem, quando o quesito é Adaptação Literária, a coisa começa a ficar um pouco tensa. Não basta apenas criar um roteiro adaptado e contratar bons atores, tanto por que não basta ter bons atores, se o roteiro for ruim, nem eles conseguirão salvar a obra do eminente fracasso total. Exemplos que veremos mais abaixo. 
Pessoalmente falando, eu fico completamente triste quando uma obra que eu gosto se transforma em um monte de cenas super produzidas mas com um roteiro ruim. Bem, acho que falo por todo bookaholic. Então eu trouxe hoje uma pequena lista de algumas adaptações que fracassaram, seja recentemente ou não.


Definitivamente eu posso falar por todos os fãs de Os Instrumentos Mortais que essa adaptação foi digna de pena. Logicamente não podemos levar apenas isso em consideração. Considerando o custo que a adaptação recebeu para produção, o retorno foi muito abaixo do esperado, fazendo com que o roteiro do segundo filme, baseado no segundo livro da séria - Cidade das Cinzas -, fosse adiado para replanejamento. Os responsáveis pela adaptação confessaram terem se surpreendido com a baixa audiência do filme , considerando o tamanho sucesso da obra literária, e prometeram revisar e adaptar melhor o roteiro da sequência do filme, concertando alguns pontos falhos. Por algum tempo, os mesmos, até cogitaram a possibilidade da junção cinematográfica dos dois últimos livros da primeira parte da trilogia, sendo assim, só teríamos dois filmes para três livros. Mas felizmente essa ideia foi desconsiderada, mas ainda não se sabe se poderemos ver a sequência nas telonas esse ano ainda.


Apesar dos prêmios recebidos e indicações, o filme não rendeu o esperado, considerando o enorme sucesso do seu antecessor, As Crônicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa. O Príncipe Caspian teve uma altíssima verba para produção, porém por causa do roteiro não teve o devido retorno, fazendo com que a Disney não apostasse mais na série e vendesse os direitos autorais da mesma. Tão logo, o seu sucessor, As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada, que foi produzido pela 20th Century Fox, foi o grande o e tão esperado retorno da série, arrecadando quase três vezes o valor de produção. O quarto filme da série, As Crônicas de Nárnia: O Cadeira de Prata demorou mais do que o esperado para sair dos planejamentos, por causa de direitos autorais e alguns desentendimentos entre as industrias de produção. Mas em 5 de dezembro de 2013, foi confirmado que David Magee vai escrever o roteiro do filme. Mas por causa da moratória colocada nos direitos de C.S. Lewis, provavelmente não veremos o filme nas telonas por alguns anos. Devido a moratória, qualquer produção de As Crônicas de Nárnia só pode ser libera depois de 2018. Isso nos dá 4 longos anos de espera ainda.


Venhamos e convenhamos, mesmo a série de livros sendo um grande fenômeno mundial, essa adaptação cinematográfica também foi digna de pena. Percy Jackson & Os Olimpianos: O Ladrão de Raios teve um dos orçamentos mais baixos até agora em todas as produções de filmes do gênero pela Industria. O filme saiu em 2010 pela 20th Century Fox e não conseguiu nem render o suficiente para poder pagar o que foi investido no mesmo. Mesmo apesar da baixa produção, o filme ainda conseguiu concorrer há alguns prêmios importantes, como MTV Movie Awards e o Teen Choice Awards, acumulando sete indicações ao total, porém com nenhuma vitória. O cancelamento da série estava quase certa, porém por incentivo dos fãs e petições realizadas, a 20th Century Fox demorou para tirar dos papeis um novo roteiro para um segundo filme. Foi só em 2013 que o filme Percy Jackson & Os Olimpianos: O Mar de Monstros foi lançado, com a esperança de ser a salvação da série. Porém mesmo com um novo roteiro, nova direção e mais personagens, o filme também não arrecadou o suficiente para manter a franquia. A respeito sobre a produção do terceiro filme da série, ainda continua um mistério. A produtora ainda não se pronunciou sobre isso, mas em uma entrevista para a MTV News, o principal, Logan, afirmou achar meio improvável isso acontecer, por que desde a finalização do filme, nem mesmo eles ouvem falar a respeito, mas deixou claro que tem obrigatoriedade em estrelar em três filmes da série. Então fica a dúvida no ar.


Acho que eu nem preciso comentar sobre esse filme. Foi o que eu disse acima, mesmo com um elenco de peso, nenhum filme de roteiro original ou adaptação, consegue resistir ao fracasso iminente se o roteiro for ruim. E Beautiful Creatures, não foge desta premissa. Mesmo com o sucesso estonteante da série de livros, o filme ficou fadado a ter um péssimo roteiro, e também foi considero um fracasso total nacional, arrecadando em torno de 60 milhões de dólares em todo o mundo, o suficiente apenas para pagar o que foi usado a produção, levando em consideração que a Industria liberou exatos 60 milhões de dólares para produzi-lo, tornando-se uma perda. Então nós só poderemos ver a continuação da estória, Dezessete Luas, caso os direitos da série sejam recomprados, o que não parece estar acontecendo.


John Carter é um personagem de fantasia/ficção criado por Edgar Rice no ano de 1912 e lançado no ano de 1917. John Carter: Entre Dois Mundos foi uma das maiores apostas comerciais dos Estúdios Disney no ano de 2012. Mesmo apesar do extraordinário orçamento de incríveis 250 milhões de dólares, nos quais não estão incluídos os gastos com publicidade comercial, o filme não rendeu o esperado para os produtores, tendo a pior baixa e não lucro nos últimos 5 à 7 anos, arrecadando cerca de 73 milhões só nos Estados Unidos, causando prejuízo total aos Estúdios Disney. O rendimento e prejuízos foram tão altos, que o Presidente da Disney, Rich Ross, foi obrigado a pedir demissão de seu cargo.


Não posso dizer que Beastly foi um fracasso total, ele apenas não agradou, em grande parte, os críticos cinematográficos. Ele rendeu o esperado para a Industria, o suficiente para poder arcar com o que foi gasto com o mesmo, o que já não foi muito, então levando em consideração a baixa verba disponível, podemos encarar que ele teve um rendimento de baixo a mediano. Levando isso tudo em consideração, a autora do romance literário, pode ter perdido a oportunidade de ter suas demais obras adaptadas para o cinema. Particularmente falando, eu achei o filme bom, teve suas falhas, como sempre, mas foi digno da estória do livro.


Bem, espero que vocês tenham gostado de saber disso, ou não, não sei - talvez seu filme favorito esteja nesta lista (o que eu sinto muito) -. Quem sabe outro dia eu volte com uma segunda parte deste post?

É isso ai, um beijo para todo mundo, e até mais.

You Might Also Like

0 comentários

Olá você! Não esqueça de postar o link do seu blog aqui nos cometários para que nós também possamos dar uma visitada no seu. Okay?!

Atenciosamente,
Solstício & Equinócio