Oscar Literário 2014 [Deluxe Edition]

23:10:00


2014 foi um ano de muitas leituras e muitos amores. Eu fui apresentado a vários autores, inúmeros personagens e incríveis mundos, para lá de sensacionais. Então eu decidi prestigiar estes autores, livros, personagens, gêneros, editoras e afins por me terem dado um ano espetacular. Espero sinceramente que vocês gostem e que se sintam livres para fazê-lo também.

  • Principais

1 - Gênero do ano
Foi um pouco complicado escolher o gênero que mais me agradou este ano, mas após muito pensar, vasculhar e catalogar alguns dos meus livros favoritos de 2014, eu cheguei a indubitável conclusão de que, surpreendentemente, este prêmio vai para o Thriller Policial. Devo confessar que nunca senti muito interesse por este gênero no passado, mas após ler algumas obras bastante interessantes, eu meio que me apeguei muito. Inclusive agora, minha primeira leitura de 2015, é um Thriller.

2 - Melhor Protagonista Masculino
Cada vez que eu leio Rangers, Ordem dos Arqueiros, eu me apaixono ainda mais pelo Will, e acho que isso jamais vai mudar. Então é fato que o prêmio vai para ele. Infelizmente nenhum outro protagonista fez eu me apaixonar por ele mais do que o Will.
  
3 - Melhor Protagonista Feminina
Veja bem, foi muito complicado eu selecionar apenas uma protagonista feminina de 2014, pelo fato de eu ter me apaixonado por várias. Personagens que por sua vez foram fortes, independentes, apaixonadas, destemidas e etc.. Então após muito pensar, acabei escolhendo a protagonista Tessa Gray, da Trilogia As Peças Infernais, da autora Cassandra Clare. Vocês devem saber o por que.

4 - Melhor Escritor
Eu fiquei com muita dúvida se daria este prêmio para o autor que eu mais li ou o autor dos livros que eu mais gostei de 2014. Então eu parei e pensei bem no assunto. Um autor com eu tive muito contato este ano, e que decidi dar o prêmio, fora George R. R. Martin, por motivos mais que óbvios. 

5 - Melhor Escritora
Acho que ao longo do ano vocês puderam notar que eu me apaixonei muito por uma série específica de livros, e isso fez com que dela brotasse minha protagonista favorita, e a responsável por isso é a queridíssima Cassandra Clare. Autora que também é responsável pela criação de uma das melhores séries de livros que já li na vida: Os Instrumentos Mortais. 

6 - Melhor Universo Situado
Mais uma vez, cá estou eu, com muita dificuldade para escolher este vencedor. Então eu decidi fazer uma retrospectiva nos meus livros favoritos e seus respectivos mundos/realidades. Após muita pesquisa e um pouco de dor de cabeça, acabei decidindo optar pelo universo de Rangers, Ordem dos Arqueiros. Vocês sabem que sou um fã de carteirinha e que daria qualquer coisa para poder visitar este local.
  • Coadjuvantes

7 - Melhor Autor/Livro Nacional
De que o mercado literário nacional cresceu muito em 2014, não podemos negar. E continua crescendo cada vez mais. Nós possuímos muitos autores bons e altamente qualificados no mercado, ou que estão pretendendo ingressar no mesmo. Visto isso, eu separei o meu autor/autora e livro nacional preferido, e acabou calhando de o autor também ter escrito o meu livro preferido nacional do ano. Decidi juntar as categorias e dar o prêmio para Marcelo L. Pontes, autor do livro Almas Seladas, Algorítimos Sagrados

8 - Melhor Livro Infanto-Adulto (YA)
Muitas pessoas podem não concordar comigo, mas eu sinceramente não me importarei, uma vez que a seleção aqui representada é unica e exclusivamente de minha opinião. Acho que 2014 foi o ano dos YA, e entre eles tivemos muitos assuntos, por vezes completamente opostos mas mesmo assim complexos em sua totalidade. Após muitas lágrimas e reflexões, acabei optando por premiar o livro Minha Metade Silenciosa, do autor Andrew Smith, sujo vocês podem assistir o vídeo Booktalk no canal clicando aqui.

9 - Melhor Personagem Coadjuvante Masculino
A categoria de melhor personagem coadjuvante masculino nesta primeira edição do Oscar Literário do Solstício & Equinócio vai para, ninguém mais e ninguém menos que, o Magnus Bane. Em específico da trilogia As Peças Infernais. Achei bastante válido, e vocês? 

10 - Melhor Personagem Coadjuvante Feminina
Mas agora, para coadjuvante feminina, o prêmio vai para Sirena, de Beautiful Creatures, que apesar de eu não ter gostado muito da série de livros, ela foi uma personagem bastante carismática e com uma personalidade bastante forte, e que sempre que aparecia, me cativava a querer ler mais.

11 - Melhor Conto/Spin-off
Acho que esta categoria não vai ser um mistério para ninguém. Passei praticamente o ano de 2014 inteiro lendo esta spin-off, e finalmente no final de dezembro pude comprar a versão física e reler tudo de novo. Eu estou falando de As Crônicas de Bane, da queridíssima e tão amanda Cassandra Clare (sua diva).

12 - Melhor Livro Não-Ficção
Eu tenho uma tese um pouco ignorante em relação aos livros não-ficção. Pois é. A vida já tão cheia de realidade, que ao menos na literatura, eu gosto de viajar para lugares distantes, com problemas que não sejam reais ou que abordem as rotinas corriqueiras do dia-a-dias. Sim, eu sou um fã de fantasia e ficção. Mas como nem tudo é um mar de rosas, eu também acabo lendo uma coisa ou outra de não-ficção, e quando faço isso, prefiro que seja algo construtivo, que possa me trazer algum tipo de experiência para o futuro. Entre os livros de Não-Ficção, que foram poucos, o que mais me agradou foi A Arte de Escrever, de Arthur Schopenhauer. Então meu Oscar vai para ele. 

  • Técnicos

13 - Melhor edição/tradução
Vale lembrar que para esta categoria, tanto a edição quanto a tradução precisam ser boas, não sendo válida apenas uma das duas. Sendo assim, eu demorei um pouco até achar um livro que tenha me agradado em ambos os quesitos. Por fim, me surpreendi ao descobri que esta categoria seria ocupada pelo livro Contos Obscuros de Edgar Allan Poe, livro publicado pela editora Casa da Palavra.

14 - Melhor figurino/maquiagem/ambientação
E novamente, mais uma categoria que não pude avaliar com apenas mais um critério. Todavia, não fora de muita dificuldade encontrar e acabar constatando que o livro que melhor se encaixava nesta categoria é As Peças Infernais, Princesa Mecânica, também da autora Cassandra Clare. Vale lembrar que qualquer livro da trilogia poderia ter sido mencionado, todavia, o terceiro fora meu preferido. Além de conter a capa mais bela dos três.

15 - Melhor Capa
Este ano também foi muito produtivo em relação a edições e belíssimas capas. Eu realmente fiquei muito indeciso em relação a esta categoria. Acho que estou até agora, mas vamos ver no que dá. Em 2014 eu comecei a ler um série que me surpreendeu bastante, que por sua vez me deixou bastante admirado com as capas. Estou falando de Prince of Thorns, do autor Mark Lawrence, lançado pelo selo Dark Side. Achei mais do que válido, não só pela capa do livro ser linda, brutalmente sombria e condizente com a estória que conta.


E essa foi a primeira edição do Oscar Literário do Solstício & Equinócio. Deixem aqui nos comentários as opiniões de vocês. Vou adorar conversar mais um pouco com vocês. 

Beijo para todo mundo, e até mais.

You Might Also Like

0 comentários

Olá você! Não esqueça de postar o link do seu blog aqui nos cometários para que nós também possamos dar uma visitada no seu. Okay?!

Atenciosamente,
Solstício & Equinócio